Saragaço Bombinhas – A celebração da pesca da tainha

Saragaço Bombinhas – A celebração da pesca da tainha

A cidade já está no clima de festa, no mês de Julho acontece o Saragaço Bombinhas 2019. O evento, que vai para a sua 4° edição, promete agitar a cidade envolvendo moradores e visitantes, além de promover a pesca artesanal e promete ser novamente um grande sucesso.

Mas o que é o Saragaço? Para os pescadores, Saragaço é a euforia de quando um cardume de peixes é avistado ao mar e começa toda a movimentação e correria para captura. É também para muitos, uma grande movimentação ou confusão de pessoas falando ao mesmo tempo.

O evento foi idealizado para resgatar o orgulho dos pescadores no ofício de sua profissão, e também, celebrar o encerramento da pesca artesanal da tainha que acontece durante os meses de maio e junho em muitas praias do litoral de Santa Catarina.

A organização é feita por pessoas da comunidade e integrantes de famílias de pescadores. Todos conhecem a tradição e reconhecem a necessidade de resgatar e destacar, essa que é uma das principais atividades culturais de Bombinhas e de toda a região.

O Saragaço Bombinhas 2019 será realizado nos dias 26, 27 e 28 de Julho, no canto direito da Praia de Bombinhas.

O destaque do evento vai para a Gincana entre os ranchos de pesca da cidade. São 10 equipes disputando o título de “Reis do Saragaço”. Vale destacar que este ano três equipes são de outras cidades da região, Balneário Camboriú, Itapema e Porto Belo.

Programação Do Saragaço Bombinhas

A programação oficial ainda não foi divulgada, mas poderá ser conferida no Facebook do Evento IV Saragaço! Festa de encerramento da pesca artesanal da tainha

Além da Gincana, o Saragaço Bombinhas ainda conta com apresentações artísticas, musicais, feira de artesanato, gastronomia típica e atividades de lazer para as crianças.  Tudo isso em um cenário belíssimo e encantador que é a praia de Bombinhas.

Você não pode ficar de fora dessa festa da cultura e da tradição de Bombinhas!

Faça sua reserva com a gente e venha viver e conhecer um pouco mais de Bombinhas.

Post atualizado em 11/07/2019.

Conheça nossas tarifas e pacotes

Continue acompanhando nosso blog.

Até a próxima!

Tudo sobre a pesca da Tainha em Bombinhas

Tudo sobre a pesca da Tainha em Bombinhas

Conheça a Pesca da Tainha em Bombinhas!

Com o término da alta temporada de verão as atenções se voltam para a Pesca da Tainha em Bombinhas. Os “camaradas” se reúnem nos ranchos. As redes vão para o “varal” e ficam prontas para entrar em cena. As canoas vão para a areia da praia e ficam só a espera dos cardumes para o cerco começar.

Pesca da tainha em Bombinhas

A pesca da tainha em Bombinhas é um atrativo cultural imperdível

Presenciar um cerco de tainha em uma das belas praias de Bombinhas é um atrativo que merece ser experimentado. O tempo é curto! O período da pesca da tainha em Bombinhas é durantes os meses de maio, junho e julho. Para acontecer, a pesca da tainha precisa ter o clima ideal: vento sul, água do mar bem fria e a temperatura baixa. Essa combinação somada a uma mãozinha da natureza faz com que a safra da pesca da tainha em Bombinhas seja muito produtiva.

Book Fotográfico de Bombinhas

Várias praias se preparam para participar desse momento. Destaque para as praias de Bombas, Bombinhas, Sepultura, Retiro dos Padres, 4 Ilhas, Mariscal, Canto Grande e Tainha. Camaradas reunidos, canoa na areia da praia e os olhos bem atentos para o mar. Todos preparados para colocar a canoa na água e começar o cerco.

“Cerca, rapazi!!”

Tudo começa com o aceno do “vigia”. Ele é um dos camaradas que fica em um ponto estratégico observando quando os cardumes de tainhas se aproximam da praia. Com o sinal do vigia a movimentação dos demais camaradas é para empurrar a canoa até o mar e começar a lançar a rede.

Nas canoas é necessário ter uma equipe experiente para que a canoa consiga atravessar a “quebrança”. Esta é a área onde as ondas quebram na praia. Todo o percurso para lançar a rede no mar deve ser sincronizado. Os “remeiros” trabalham para movimentar a canoa. Outros dois tem a função de jogar a rede no mar. Um deles é denominado “chumbereiro” por lançar no mar a parte da rede onde estão os chumbos. Fechando a equipe temos o “patrão”. Ele fica posicionado na parte de trás da canoa e é  responsável por conduzir a embarcação determinando o ritmo das remadas e direcionando a canoa com o seu “remo de pá”.

Na praia ficam os demais camaradas que tem a função de puxar a rede e fazer com que seja capturada a maior quantidade possível de tainhas.

E a rede chegou na praia

Com a chegada da canoa na praia se inicia o arrastão da rede com os peixes. Quando a rede se aproxima da praia e alguns peixes começam a pular, o “saragaço” começa e faz todos viverem uma experiência memorável. Entre gritos para determinar o ritmo da puxada da rede e a correria de todos que estão ajudando no cerco, tem-se a chegada dos peixes na areia da praia. Repito: é uma sensação única que todos deveriam sentir.

Com os peixes na areia, ainda vivos, inicia o processo de contagem da pescaria. O processo de contagem das tainhas é fundamental, pois saber o resultado do cerco irá colocar o rancho de pesca em destaque dependendo da quantidade capturada.

Parte da produção é separada para os camaradas da rede. Cada um deles recebe uma boa quantidade de peixes denominada “quinhão”. Este quinhão é proporcional a função do camarada no rancho de pesca. Existem os ajudantes, os remeiros, o patrão e o dono da canoa. Este último, por uma questão lógica, recebe um quinhão mais generoso. Outra parte é separada para ser doada a todos que ajudaram a puxar a rede. O restante das tainhas são vendidas para visitantes e empresas de distribuição de pescados.

Pesca da tainha em Bombinhas

Pensando em aproveitar a Pesca da Tainha em Bombinhas?

Se você ficou com vontade de experimentar a Pesca da Tainha em Bombinhas confira algumas dicas que preparamos.

  • A condição para que as tainhas cheguem ao litoral de Santa Catarina são os ventos vindos do sul e a chegada do frio nesta região. Portanto, vale ficar atento a previsão do tempo.
  • Venha disposto a acordar bem cedo. A maioria dos cercos acontecem ainda na madrugada, antes do nascer do dia. É nesse horário que os cardumes de peixe se deslocam para a parte onde as redes conseguem alcançar.
  • Se permita participar ativamente deste momento. Deixe os calçados com alguém, arregace as calças e ponha a mão na rede. A energia das pessoas puxando a rede para a praia irá encantar você.
  • Fique até o final do processo. Puxe a rede, ajude a guardar a rede na canoa. Observe a contagem das tainhas. No final você será recompensado com o seu “quinhão” e poderá saborear seu “prêmio”.
  • Para desfrutar a tainha que você ganhou é necessário “consertá-la”. Esse processo de limpar o peixe pode ser feito por algum pescador na própria praia ou em algum restaurante que ofereça esse serviço.

Pesca da tainha em Bombinhas

Hospedagens ideais para você conhecer a Pesca da Tainha em Bombinhas

Escolha pousadas ou hotéis em Bombinhas que tenham cozinha equipada. Assim, os peixes que você adquirir durante a pesca da tainha poderão ser saboreados no próprio meio de hospedagem. A forma mais apreciada pelos moradores de Bombinhas é a tainha assada, que pode ser no forno ou na brasa. Outra forma de preparo muito comum é a tainha frita em postas. Mas independente do cardápio escolhido o que vale é a experiência de degustar um prato a base de tainha. Um peixe que além de fazer parte da culinária típica de Bombinhas é também um patrimônio cultural do litoral de Santa Catarina.

Vila do Bosque – uma excelente opção de hospedagem em Bombinhas

Agora ficou mais fácil você conhecer e aproveitar a Pesca da Tainha em Bombinhas.

Faça uma visita em nosso site. Conheça nossa estrutura e nossos serviços. Estamos sempre preparando condições especiais para sua estada em Bombinhas em qualquer estação do ano. Efetue sua reserva diretamente em um de nossos canais de venda (site, WhatsApp e telefone) e aproveite nossas promoções e pacotes especiais. Se hospede em uma das melhores pousadas de Bombinhas, em meio a Mata Atlântica e próximo das mais belas praias da cidade.

Estamos esperando a sua reserva.

Continue acompanhando o nosso blog.

Até a próxima!!

Faça sua reserva na Vila do Bosque

O lado típico e a cultura de Bombinhas

O lado típico e a cultura de Bombinhas

O lado típico de Bombinhas e sua bebida que virou patrimônio imaterial

 

Quem pensa que Bombinhas se resume apenas a algumas praias, trilhas e paisagens com natureza preservada está muito enganado! A cidade também possui um forte apelo cultural. Conheça o lado típico da cultura de Bombinhas e sua bebida que virou patrimônio imaterial.

 

Na arte, são utilizadas matérias-primas típicas e com alusão ao mar e a pesca. A música, é representada pelo terno de reis interpretados por famílias tradicionais da cidade. A pesca, que ainda é uma das fontes de renda e grande orgulho de muitos moradores, é o grande ícone desta tradição. Destaque para a pesca da tainha, um verdadeiro espetáculo da natureza. Na gastronomia, os frutos do mar e os quitutes a base de farinha de mandioca agradam aos paladares mais exigentes.

 

artesanato de Bombinhas

 

Com tudo isso, Bombinhas consegue cultivar os hábitos e costumes que vem desde os moradores mais antigos, e que hoje busca transmitir aos seus visitantes, o lado típico e pouco conhecido deste incomparável destino turístico.

 

Bombinhas também é cultura!

 

Cultura rica, que começou com a chegada dos descendentes açorianos e a interação destes com os índios e escravos que durante décadas, conviveram e construíram as bases dessa cidade linda e encantadora.

 

Consertada, a bebida típica de Bombinhas

 

E um dos resultados dessa evolução cultural foi criação de uma bebida. Bebida que buscava apenas aproveitar o café passado que não foi consumido e sobrava na garrafa. E para isso, adicionou-se a ele algumas especiarias como gengibre, cravo, canela e erva doce, além de açúcar e uma generosa quantidade de cachaça. Com esse processo, o café era “consertado” e assim, poderia ser consumido posteriormente.

 

Consertada a bebida típica de Bombinhas

 

A bebida tradicional para os moradores ganhou uma importância maior, depois que o Poder Público Municipal, através da Fundação de Cultura, transformou a Consertada, em patrimônio imaterial bombinense e na primeira bebida típica da cidade. Graças a isso, a Consertada se popularizou também entre os milhares de visitantes que chegam em Bombinhas todos os anos. Os turistas podem provar a bebida em diversos locais da cidade, como restaurantes e pousadas. Nos dias de inverno, essa é uma ótima pedida de aperitivo antes ou depois das refeições. Além disso, podem também adquirir a bebida em alguns lugares do comércio local, e com essa bebida típica, levar um pouco da cultura e dos costumes de Bombinhas ao retornar para casa. Mas se quiser fazer em casa, no site da Fundação de Cultura tem a receita da concertada.

Aprecie a Consertada e conheça um pouco mais do lado típico de Bombinhas.

 

Continue acompanhando nossos posts.

Até a próxima!

 

Pesca da tainha em Bombinhas é pura festa e tradição

Pesca da tainha em Bombinhas é pura festa e tradição

Pesca da tainha em Bombinhas é pura festa e tradição e você não pode ficar de fora dessa.

 

Com a chegada do mês de maio, a pesca da tainha em Bombinhas se torna um dos maiores atrativos tanto para os moradores, quanto para os turistas que visitam este encantador destino do litoral de Santa Catarina. A cidade inteira se prepara para receber novos “visitantes”. Esses, ou melhor, essas visitantes são muito aguardadas por todos. Elas vêm dos mares do sul e anunciam a chegada do frio em terras bombinenses.

Estamos falando das tainhas. Elas que fazem a cidade se transformar novamente na vila de pescadores e uma das suas principais tradições pode ser vivida pelos moradores e apreciada pelos visitantes.

 

O período da Pesca da Tainha em Bombinhas

A pesca da tainha em Bombinhas acontece este ano entre os dias 01 de maio a 30 de junho. Neste período os ranchos de pesca das principais praias da cidade se preparam para a pesca da tainha. Os pescadores ficam na praia, com tudo preparado para o momento que os peixes chegarem. E quando eles chegam, o cerco é feito, e o trabalho passa a ser apenas puxar a rede com os peixes para a praia.

A festa está garantida!

pesca da tainha - espera do cerco praia de bombas 2016

Esperando a rede chegar com tainhas na praia de Bombas, 2016

 

Independentemente da quantidade capturada, o que mais importa na pesca da tainha em Bombinhas é poder sentir a sensação que a décadas é transmitida entre gerações: a correria, o esforço e ver os peixes amontoados na praia para depois serem distribuídos para todos que participaram deste momento. É de arrepiar!!

pesca da tainha retiro dos padres 2016

Captura de tainhas recorde em 2016 na praia Retiro dos Padres em Bombinhas. Mais de 38.000 peixes num único lance.

 

Claro que o prazer de comer um peixe fresco, de preferência na brasa, é uma sensação indescritível. Muitos restaurantes oferecerem tainha no cardápio. Não deixe de saborear esta delícia. Você irá se apaixonar.

Vale salientar que no período da Pesca da Tainha em Bombinhas algumas atividades, como corridas, esportes náuticos, não são permitidos nas praias onde acontecem a pesca da tainha. Mas a causa é nobre. É importante estar informado e colaborar.

 

pesca da tainha em bombinhas centro ano 2016

Pesca da Tainha na praia do centro de Bombinhas em 2016.

 

Esta é a pesca da tainha em Bombinhas! Período onde a cidade se volta para uma das tradições que mais mexe com todos que vivem ou estão de passagem por Bombinhas.

Não deixe de viver essa tradição! Reserve uma data e venha para Bombinhas. Estamos esperando por você!

 

 

Continue acompanhando o nosso blog.

 

Até a próxima!!

 

Quatro ilhas, a praia de fora de Bombinhas

Quatro ilhas, a praia de fora de Bombinhas

Quatro ilhas, a Praia de Fora de Bombinhas, impossível não se encantar neste lugar

 

Quem já visitou Bombinhas sabe que a cidade possui muitas praias. São 39 praias no total, uma mais linda e paradisíaca que a outra e o melhor é que conseguem agradar a todos os perfis de turistas.

Uma das praias preferidas dos visitantes é, sem dúvida, a praia de Quatro Ilhas.
Antes, mais conhecida pelos surfistas, que classificam esta praia como um dos melhores “picos” para o esporte, atualmente é frequentada por todos que visitam a cidade, devido a sua beleza cênica e pelo mar um pouco mais agitado que outras praias da cidade.

Por estar na parte leste de Bombinhas, Quatro Ilhas não é tão protegida, pois fica do “lado de fora” da península. Isso fez com que os pescadores a chamassem de Praia de Fora. Assim ela é conhecida pelos moradores mais antigos da cidade.

Praia de quatro ilhas de Bombinhas

 

Mas porque é denominada praia de 4 Ilhas, então?

 

O motivo, obviamente, é porque da praia, é possível observar a presença de 4 ilhas: Galés, Arvoredo, Deserta e Macuco. Está última situada muito próximo do continente, fazendo com que muitas pessoas não consigam identificá-la facilmente. Mas ela está também!! São quatro ilhas, pode ter certeza!

A praia de Quatro Ilhas também possui uma das lendas mais bonitas da cidade.

Bem no meio da praia está fincada a Cruz de Quatro Ilhas. Segundo relatos, a cruz veio em um arrastão, enrolada na rede de pesca, em um ano de pouca captura de peixes. Alguns pescadores acreditando que aquilo não era por acaso resolveram fincá-la na praia e os anos seguintes foram de fartura de peixes, fato jamais visto naquela praia. A partir daí todos os anos a cruz ganha adornos de flores e muitos moradores vão fazer suas orações para agradecer e pedir graças nas pescarias daquele o ano.

Essa é apenas uma das lendas que tornam a cidade ainda mais fascinante e encantadora.

Nos próximos posts, iremos compartilhar com você novas lendas e curiosidades dessa península.

Continue acompanhando o nosso blog.

Até a próxima!

Receba novidades e ofertas sobre Bombinhas